27 de fevereiro de 2009

Zé Pintor

Meu amigo baiano fundador do beerganismo está se tornando o maior contribuidor deste blog. Agora ele mandou um desafio matemático que lhe estava tirando o sono: "maldito Zé Pintor! Será que existe uma resposta possível?" Calma rapaz, vai dar tudo certo. Apesar do que, como sempre, não vou dar a resposta! Lá vai a história do Zé Pintor


Zé Pintor consegue um trabalho pra pintar ruas, pintando as linhas tracejadas no meio da pista. No primeiro dia ele leva uma lata de tinta pra rua e pinta 300 metros de pista. "Excelente trabalho!" diz seu chefe, "você é um trabalhador muito ágil!" e lhe paga 100 moedas.

No próximo dia Zé Pintor pinta apenas 150 metros. "Bem, não é nem perto da excelência de ontem, mas você ainda tem um trabalho rápido. 150 metros é respeitável pra um trabalho que exige certa firmeza e concentração", e lhe paga as 100 moedas.

No dia seguinte Zé Pintor pinta 30 metros de rua. "Só TRINTA???" o chefe grita. "Isto é inaceitável! No primeiro dia você fez DEZ vezes mais que isso! O que está acontecendo?"

"Desculpe, chefe, fiz o máximo que pude", diz Zé Pintor, "mas é que a cada dia eu ficava mais e mais longe da lata de tinta!".


Esta piada pode até ser engraçada e passível de acontecer na realidade, mas ela esconde um verdadeiro ENIGMA. Os números 300, 150 e 30 são fictícios e podem estar incoerentes. A pergunta é: sabendo que Zé Pintor trabalha num ritmo constante, quais são os 3 números?

Um comentário:

igor abreu disse...

Ainda consumindo horas e tempo de processamento cerebral com esse problema...